12 de dez de 2013

Austrália: Ativistas bloqueiam entrada do matadouro de Melbourne e protestam contra exploração animal.


No dia 5 de dezembro ( 2013 ) doze ativistas pelos direitos animais da ALV (Animal Liberation Victoria) protestaram contra o maior holocausto que o mundo já conheceu, o abate de animais em matadouros.
Cerca de 64 bilhões de animais são assassinados violetamente a cada ano em todo o mundo pelas indústrias de carne, laticínios e ovos.

Os ativistas seguravam placas de sinalização com as palavras 'Pare com a violência - Veganeasy.org ' enquanto impediam vários caminhões, que transportavam cerca de 200 porcos, de entrar pelos portões do matadouro Melbourne, em Vitória (Austrália).
Os gritos aterrorizados dos porcos que já estavam sendo brutalmente assassinados dentro do matadouro podiam ser claramente ouvidos do lado de fora.

O porta-voz da Animal Liberation Victoria, Felicity Andersen, disse : "Estamos cientes de que as pessoas podem acusar os ativistas de prolongar o sofrimento dos porcos, mas se eles estão preocupados com o sofrimento desses animais, eles devem voltar sua atenção e preocupação para o que está acontecendo atrás das portas do matadouro. O sofrimento dentro de todos os matadouros é constante e intenso. Nós, como amorosos membros pacíficos da sociedade, temos o dever de nos levantar e dizer 'basta'. "

"Eu estive dentro de inúmeros matadouros australianos e assisti a matança.
Nenhum filme de terror  pode ser comparado ao que esses animais passam. O terror,  o medo e o pânico ao entrar nessas casas de matança industriais, que cheiram a sangue derramado, os deixam entorpecidos.
Alguns dos animais entram em transe enquanto outros gritam, se debatem e lutam durante todo o caminho até à sua morte.
Toda essa violência pode estar além da nossa visão, mas é esmagadora, injusta, inaceitável e deve ser interrompida.", acrescentou Patty Mark, fundadora da ALV.

Animal Liberation Victoria (ALV) foi fundada em 1978 para abolir a exploração animal. Abraçando o princípio da não-violência, as equipes de resgate ALV investigam abertamente fábricas de animais para resgatar animais doentes e feridos e para documentar as condições cruéis em que vivem, que são escondidas do público.

ALV também promove o veganismo como um estilo de vida ético, compassivo e mais saudável.




Fonte:  ALV

3 comentários:

  1. Eu já desisti só mesmo o Juizo Final para por fim à este massacre. Nada justifica esta matança, nada, só para atender aos prazeres da carne. O bicho Homem vai se arrepender.

    ResponderExcluir
  2. ate quando meu Deus vai haver tanta crueldade ate quando a indiferença falara mais alto do que amor??????????!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. ate quando meu Deus a indiferença falara mais alto do que o amor??????????!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir