14 de mar de 2012

A CRUELDADE NA INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

 Por que veganos não consomem leite?

O leite animal não vem de vacas felizes e bem tratadas.
Ele é fruto da exploração de seres inocentes. Resultado de uma vida de encarceiramento, escravidão, tortura e sofrimento de animais sensíveis que nasceram para ser livres.


Como Funciona

Assim como uma mulher e como todos os mamíferos, a vaca produz leite durante o período de gestação e no período pós-parto.
A fim de manter a produção ininterrupta de leite, vacas são forçadas, ano após ano, a passar por um ciclo interminável de gravidez e nascimento, sendo inseminadas artificialmente, só para ter seus filhotes imediatamente tiradas delas.

Para  prolongar o período de produção de leite, é preciso que a mama do animal seja estimulada pela ordenha.


A grande demanda por produtos lácteos implica em grande sofrimento para as vacas, fazendo com que elas produzam além de seu limite natural. Atualmente, uma vaca produz dez vezes mais leite do que sua natureza permitiria, por conta dos hormônios de crescimento que são ministrados para que produzam uma quantidade imensa de leite e da ordenha mecanizada.

Por serem constantemente ordenhadas por máquinas e consumirem rações e hormônios que fazem com que a produção de leite cresça acima do normal da espécie, as vacas sofrem de doenças, como a mastite, que é a inflamação da glândula mamária, causando dor e sofrimento a esses animais.


As vacas são tratadas como máquinas. Não tomam sol, não amamentam seus filhotes, e para combater as doenças, vários antibióticos lhe são ministrados além dos pesticidas, e tudo isso vai para o leite.


O NASCIMENTO E A SEPARAÇÃO DOS BEZERROS


Inseminações artificiais, partos forçados, ter seus filhotes covardemente arrancados, e ser incessantemente ordenhadas, são algumas coisas que as vacas leiteiras que são exploradas pela indústria são forçadas a suportar.

Quando nascem os bebês, os fazendeiros separam imediatamente os filhotes de suas mães,
para que os seres humanos tenham esse leite que seria do bezerro.
Os que não são mortos, choram pela presença de suas mães por até 20 dias. As mães, por sua vez, continuam berrando por suas crias por dias.


DESTINO DOS BEZERROS DA INDÚSTRIA

Se for uma fêmea:
Vai crescer e ser explorada como a mãe durante toda a sua curta vida.

Se for um macho:
Vai ser morto logo após o  nascimento para a produção de qualho animal para queijos – ou ficará trancado e acorrentado por cerca de
16 semanas, em minúsculos espaços de madeira (cerca de 1 ou 2 metros quadrados) sem poder se movimentar ou ingerir alimentos com ferro.
Isso para que fique literalmente anêmico e sua carne fique branca, e macia. O bebê macho é morto enquanto ainda é um bebê.
Esse tipo de carne repugnante chama-se vitela.



DESTINO

O destino das vacas exploradas pela indústria de laticínios é o mesmo dos animais considerados “de corte”: o matadouro
Essa alta produção de leite, anos de exploração e sofrimento, rapidamente desgasta os animais e, frequentemente, os leva ao colapso.
Não é lucrativo para a indústria manter as vacas vivas quando sua produção de leite declina.
Estas vacas então, fracas e muitas vezes doentes, são levadas para o abate, geralmente aos 5 ou 6 anos de idade, quando sua média normal de vida seria de mais de 20 anos.



Se você consome leite e derivados, você está financiando e dando continuidade a essa crueldade.


MALEFÍCIOS DO LEITE PARA A SAÚDE

O leite de vaca é um fluido insalubre de animais, na maioria das vezes, doentes que contém uma gama ampla de substâncias perigosas e causadoras de alergias, intoxicações e doenças, com efeito prejudicial e cumulativo sobre todos os humanos que o consomem.

TODO leite de vaca contém 59 hormônios ativos, vários alergenos, gordura saturada e colesterol.

A maior parte do leite de vaca contém quantidades mensuráveis de herbicidas, pesticidas, dioxinas (até 2.200 vezes o nível aceitável), até 52 antibióticos, sangue, pus, fezes, bactérias e vírus.

O leite da vaca pode conter ainda resíduos de tudo o que a vaca come, inclusive coisas como radiativos de testes nucleares.

E, muita adrenalina e dor, pois a vaca escuta o seu bezerro chorar 24 horas/dia, já que o leite que seria do bezerro é praticamente todo direcionado para o consumo humano.

O leite de cada um dos mais de 4.700 mamíferos da face da terra é formulado especificamente para a sua espécie.

Neles encontramos lactoferrinas e imunoglobulinas, agentes imunizantes específicos de cada animal, que funcionam como alergenos para seres humanos.

Combustível de tumores

Daqueles 59 hormônios do leite, um é o poderoso hormônio do CRESCIMENTO chamado IGF-1 (Insulin-like Growth Factor One - Fator de Crescimento similar à Insulina).

Por uma curiosidade da natureza ele é idêntico no leite das vacas e dos humanos. Considere que este hormônio serve de "combustível" para qualquer crescimento acelerado, entre eles os tumores e cânceres.

A medicina já considera que o IGF-1 é um fator-chave no crescimento rápido e na proliferação dos cânceres de seio, próstata e cólon (intestino grosso), e suspeita-se que, provavelmente, pode promover TODOS os cânceres, entre eles os de estômago.

IGF-1 é componente natural de TODO leite, pois sua função é exatamente que o recém-nascido cresça com rapidez. Nós consumidores e responsáveis pelas crianças não pensamos a esse respeito, porque não temos a mínima idéia do problema, assim como muitos pediatras e médicos.

 Dr. Benjamin Spock, importante pediatra americano, declarou-se contra o consumo de leite de vaca na dieta das crianças, pois pode causar anemia, alergias e futuros dependentes de insulina devido à diabetes que provoca se consumido por um longo período de tempo.
O leite e os derivados também podem causar osteoporoses não preventivas, uma vez que contém alto nível de proteína, o que impede a produção de cálcio no organismo.
Estudantes da universidade de Harvard, depois de muitos estudos, afirmam que beber leite pode causar de fato osteoporose.



Fontes:
Vista-se
Instituto Nina Rosa
www.notmilk.com


"Uma injustiça continua sendo uma injustiça
mesmo que todo mundo a cometa".

11 comentários:

  1. Eu gostaria de saber da onde que vocês tiram isso? IGF-I é um hormônio espécie específico, ou seja, o hormonio produzido em bovinos só funciona para bovinos, outra se ele passa pelo leite, por ser uma proteina ele eh desnaturado no pH do estômago, é inativo. Osteoporose é uma doença multifatorial, e está muito mais relacionada com a questão do próprio metabolismo individual do que com o consumo ou não do leite. Não há antibioticos no leite que passa por fiscalização, bem como os outros itens citados, pois existe uma coisa chamada Fiscalização Sanitária, e esta fiscalização realiza diversas análises para o controle do produto, caso tenha dúvida consulte a legislação federal, onde explica passo a passo todas as análises obrigatórias. Desde que eu tenha conhecimento, também não é feito partos forçados, o que existe eh uma negligencia por parte do produtor em não chamar um profissional habilitado para realizar o parto, médico veterinário obstetra. Se não quiser beber leite ok tudo bem, mas não vamos informar e divulgar informações incorretas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fiscalizaçao aqui no brasil. tudo se corrompe. eu prefiro tomar leite de coco

      Excluir
    2. o leite da vaca .. e para o bezerro

      Excluir
    3. o leite da vaca .. e para o bezerro

      Excluir
    4. o leite da vaca .. e para o bezerro

      Excluir
    5. o leite da vaca .. e para o bezerro

      Excluir
    6. fiscalizaçao aqui no brasil. tudo se corrompe. eu prefiro tomar leite de coco

      Excluir
    7. dane-se se leite faz bem asaude ou não. vocênão viu oq esses animais passam?!

      Excluir
  2. Eai? Ninguém vai responder o comentário acima?

    ResponderExcluir
  3. A maior prova de que a crueldade da indústria do leite produz é que nenhuma empresa deste ramo se defende. Podem procurar (eu procurei). O consumo é tanto que eles não precisam se defender nem esconder que de fato tudo é feito desta forma escabrosa. E as pessoas não buscam informações. Eu não consumo mais leite de vaca...sei que o leite de soja é mais caro, mas não vou pagar pelo sofrimento destes animais. E você?

    ResponderExcluir