30 de set de 2011

DIETA VEGANA REVERTE DOENÇA CARDÍACA, DIZ MÉDICO

O cirurgião Caldwell Esselstyn está revolucionando a medicina americana com um programa de dieta vegana restrita e com isso tem encontrado resultados surpreendentes, inclusive com a reversão de problemas cardíacos já em estado grave. Esselstyn indica uma alimentação rica em cereais integrais, frutas, legumes e verduras, aceita a ingestão de nozes. Abacate em alguns casos, mas exclui o azeite de oliva, ainda que seja extra virgem e prensado a frio.
O que mais não pode comer? Carnes, mesmo as brancas, óleo, iogurte, leite, manteiga, queijo, sorvete, alimentos industrializados em geral, por isso é necessário ler o rótulo dos alimentos. Frituras? nem pensar.
O médico declara que nem remédios nem cirurgias curam problemas cardíacos, mas a alimentação correta pode não só evitar o bisturi, como reverter ou prevenir qualquer tipo de doença cardíaca, como declara no seu site e no documentário: Forks over Knives (garfadas no lugar de bisturis).
Entre os argumentos usados, Esselstyn diz que uma alimentação errada vai perverter o endotélio arterial que é o revestimento das artérias e desta maneira não produz o óxido nítrico que é uma molécula que não só protege os vasos sanguíneos, mas também funciona como vasodilatador natural, o mesmo que os remédios tentam fazer, trazendo efeitos colaterais.
Caldwell Esselstyn já evitou com pessoas fizessem ponte de safena e outras complicações que as doenças cardíacas provocam, o que é bem recomendado para os brasileiros, já que estima-se que em nosso país 80% das pessoas hospitalizadas têm infecção hospitalar, isto que dizer que 100 mil pessoas por ano sofrem deste mal.
O médico ainda diz que o desmatamento e queimadas para fazer pastos (carnes) fazem as pessoas morrerem mais rápido e serem infelizes, enquanto que, produzindo horta e pomar se obtém uma farmácia de qualidade inigualável, sem contra indicação, pois nós fomos criados para alimentarmos de alimentos extraídos diretamente da terra, por isso que comer alimentos errados com moderação ou tomar remédios para depois comer frituras e alimentos industrializados é um pensamento errado.

20 de set de 2011

Livro 'Comida Vegetariana Para Crianças'

Comida Vegetariana Para Crianças

Autora: Sara Lewis


( Editora: Madras )
 
Comida Vegetariana para Crianças, de Sara Lewis, apresenta diversos conselhos práticos para as famílias que estão se iniciando nesse saudável estilo de vida, além de deliciosas receitas fáceis de preparar e que as crianças vão adorar.

O livro é totalmente colorido e ilustrado, o que ajudará os pais a montarem pratos decorativos que incentivarão a garotada a comer legumes e verduras sem reclamar.

11 de set de 2011

ARROZ DE FORNO COM BERINJELA ( VEGANA )


Arroz de Forno com Berinjela (vegana)

 Ingredientes

2  berinjelas   médias
Sal grosso
2 cebolas
6 colheres (sopa) de    azeite de oliva
1 e 1/2 xícara de  arroz
600 ml de  caldo de legumes
1 kg de  tomate
1 maço pequeno de manjericão
Farinha de trigo
Óleo para fritura
1 colher (sopa) de salsinha picada
Sal a gosto

Preparo

Limpe as berinjelas, corte-as em fatias de 0,5 cm,
polvilhe com sal grosso, coloque em uma peneira
e deixe descansar por 30 minutos.

 Pique bem 1 cebola e refogue numa panela em
 3 colheres (sopa) de azeite, mexendo de vez em
quando, por 3 ou 4 minutos.

Junte o arroz e deixe tostar por 1 minuto em
fogo médio, mexendo sempre.
Adicione o caldo fervente e, assim que levantar
 fervura, tampe a panela e cozinhe por 15 minutos,
ou até que o líquido tenha sido absorvido.

Corte em fatias bem finas a outra cebola e refogue-a
 no azeite restante, mexendo de vez em quando por
 2 ou 3 minutos.

Junte os tomates cortados em fatias de 0,5 cm e
10 folhas de manjericão picadas com as mãos e deixe
 cozinhar por 3 ou 4 minutos.
Tempere com sal e reserve.

Enxugue as fatias de berinjela em toalha de papel,
passe-as na farinha e frite em óleo quente, até que
estejam douradas.

Retire as fatias com uma escumadeira e coloque-as
sobre toalha de papel para retirar o excesso de óleo.

Unte com azeite uma assadeira e distribua camadas
 alternadas de arroz, tomate, berinjela e manjericão.
Leve ao forno médio por 15 minutos, ou até dourar
 a superfície.

Salpique com a salsinha e sirva quente ou morno.
Rendimento: 4 porções

Fonte: Revista Água na Boca

LIBERTE SEUS ESCRAVOS !


A carne que você compra não brota da terra.
Ela é parte de uma triste e cruel história de tortura, sofrimento, dor e assassinato de um animal indefeso e inocente.
E todo aquele que consome carne é parte disso.
Não feche os olhos!
Informe-se!
Mude!

Dani Vasques

7 de set de 2011

LEITES VEGETAIS


- LEITES VEGETAIS -

Leites vegetais são extraídos de inúmeros grãos e sementes e são
ricos em fibras, ferro, minerais e proteínas.
U
ma ótima opção para quem quer retirar o leite animal do cardápio, que além de não ser saudável, é fruto da crueldade com animais.
Indicado também para quem tem alergia ou intolerância a leite de origem animal, e também para quem busca um alimento nutritivo e saboroso.
podem ser indicados para quem tem alergia ou intolerância a leite de origem animal, e também para quem busca um alimento nutritivo e saboroso.

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO - Cursos Online : Mais de 900 cursos online com certificado
http://www.portaleducacao.com.br/nutricao/artigos/20163/leites-vegetais#ixzz2DTXgxCay

Vejam alguns exemplos de leites vegetais e seus benefícios:


  • Leite de aveia:

    Contendo fibras solúveis, auxilia no controle da glicemia e por isso é importante na alimentação dos diabéticos.
    Protege o coração e a circulação contra a aterosclerose. É rica em cálcio, ferro, magnésio, vitaminas do complexo B e por conter fibras, facilita o fluxo intestinal.
    Preparo: Separe um copo de aveia em flocos. Hidrate em água por uma noite. Na manhã seguinte, bata com três a quatro copos de água, coe e obtenha um litro de leite.

  •  Leite de linhaça:   Por apresentar substâncias bioativas, a semente de linhaça fortalece a imunidade e nos previne de várias doenças. Contribui para o bom funcionamento do intestino, é um ótimo antiinflamatório, reduz doenças cardíacas e diminui as triglicérides.
    Preparo: Um copo de linhaça para quatro copos de água. Bata e coe três vezes em peneira fina. Dá três copos de leite
     
  • Leite de soja:

    Contém fósforo, magnésio, ferro, cálcio, cobre. Vários aminoácidos essenciais e doze vezes mais proteínas que o leite de vaca. Por ser altamente nutriz, a soja não só revitaliza como proporciona uma verdadeira regeneração celular.
    Preparo: A soja necessita ficar de molho no mínimo seis horas. Após esse período, bata-a no liquidificador na proporção de um copo do grão para três de água filtrada ou mineral. Coe em um pano, espremendo bem o bagaço e leve o leite ao fogo até ferver - com cuidado para não entornar. Após levantar fervura, abaixe o fogo e deixe-o cozinhando por 30 minutos. Um copo de soja dá cerca de dois litros de leite.

  •  Leite de castanha de caju: 

     Sua principal função no organismo é proteger os vasos sanguíneos permitindo que toda a circulação do sangue flua melhor. Fornece proteínas e também diminui o colesterol.
    Preparo: Um copo de castanhas para três a quatro de água. Bata, coe bem e obtenha quatro copos de saúde.

  • Leite de castanha-do-pará :

    As castanhas-do-pará são conhecidas como "pílulas da felicidade". Cada uma possui 60 mcg de selênio, um importante antioxidante que varre as impurezas das células. Contêm ainda vitaminas E e B1, que exercem papel importante no metabolismo das proteínas e na geração de energia.
    Preparo: Um dos mais saborosos! É como tomar leite vindo diretamente da castanheira... Deixe um copo de castanhas pré-lavadas de molho por cerca de oito horas. Bata com quatro copos de água - sempre filtrada ou mineral - para obter três copos de leite. Por ser um leite mais gorduroso, o leite de castanhas precisa ser coado quatro vezes.
     
  • Leite de nozes :

    As nozes, em geral, favorecem o aparelho respiratório. Sua gordura é facilmente metabolizada pelo organismo enquanto seu aspecto enrugado lembra o cérebro humano.
    Não por acaso, as nozes tonificam o sistema nervoso.
    Preparo: Um copo repleto de nozes batido com dois copos de água, sempre mineral ou filtrado, dá de três a quatro copos de um leite surpreendentemente saboroso!

  • Leite de arroz integral :

    Um poderoso desintoxicante. Os nutricionistas dizem que o leite de arroz "descansa" os órgãos do corpo. Rico em proteínas, vitamina B1 e niacina - responsáveis pela transformação das proteínas e carboidratos em energia.
    Preparo: Deixar de molho por oito a dez horas, dois copos cheios de arroz. Leve ao fogo com o dobro de água. Exemplo: dois copos de arroz para quatro de água e assim proporcionalmente. O arroz deve ficar ao fogo sob a medida da mão, ou seja, assim que a mão não suportar mais o calor, é hora de desligar e abafar. Bata e coe várias vezes seguidas. Dois copos de arroz rendem meio litro de leite.

  • Leite de amendoim :

    Rico em proteínas. Protege o organismo da ação dos radicais livres.
    O óleo das sementes não é prejudicial, pois sua gordura não é saturada.
    Preparo: O amendoim utilizado deve ser sem sal e sem casca. Deixe de molho um copo de grãos. Após mais ou menos 8 horas, bata-os no liquidificador com três a quatro copos de água filtrada ou mineral. Coe cerca de cinco vezes para obter quatro copos de leite puro. O amendoim é o leite que mais deixa resíduos.

  •  Leite de gergelim :

    O gergelim é ótimo para os músculos e o cérebro. Tem muita proteína e ácido fólico, essencial na formação das células sanguíneas.
    Preparo: Um copo de sementes de gergelim dá quatro copos de leite. Deixe as sementes de molho por oito horas e bata com quatro copos de água. O resíduo do gergelim batido pode virar um delicioso "queijelim". Acrescente azeite, sal, orégano e misture bem até atingir a consistência de corte.

  • Leite de Quinua :

    Rico em proteínas, aminoácidos e vitaminas.
    Comparada ao leite materno em valor nutritivo, a quinua é riquíssima em proteínas e rico em aminoácidos e vitaminas.
    Preparo: Coloque de molho por oito horas um copo de quinua em grãos. A seguir, bata no liquidificador com três copos de água filtrada ou mineral e coe por três vezes. Rende cerca de meio litro de leite.

  •  Leite de girassol :

    É um poderoso antioxidante, e protege o organismo contra a poluição, o estresse e o envelhecimento precoce. É rico em proteínas e contém minerais como fósforo, cobre, ferro, zinco e vitaminas B6, E e K.
    Preparo: As sementes de girassol utilizadas podem ser com ou sem casca. O importante é que não contenham sal. Deixe um copo de sementes pré-lavadas imersas em água por oito horas. Em seguida, bata no liquidificador com três a quatro copos de água filtrada. Coe bem para obter cerca de meio litro de leite.

  •  Leite de semente de abóbora:

    Rico em ferro, fósforo e cálcio, é um grande aliado no combate à anemia e auxilia na produção de glóbulos vermelhos, na oxigenação das células e na formação de ossos, músculos e cérebro.
    Rica em vitamina E, possui ação antioxidante – que ajuda no combate ao envelhecimento precoce da pele, bem como das células de todo o nosso organismo.
    Limpa os intestinos e combate vermes. As sementes frescas são indicadas para náuseas e enjoos das gestantes.
    Preparo: Para obter um litro desse néctar de saúde, separe um copo de sementes e deixe-as de molho por uma noite. De manhã, bata com três ou quatro copos de água filtrada. Coe bem.


    Dica



    Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO - Cursos Online : Mais de 900 cursos online com certificado
    http://www.portaleducacao.com.br/nutricao/artigos/20163/leites-vegetais#ixzz2DTw7UXZn
    Todo leite vegetal pode ser tomado puro ou adoçado com melaço, açúcar mascavo, etc. Vale inventar e criar suas próprias receitas. Eles combinam muito bem com frutas e podem ser batido no liquidificador com banana, mamão, maçã, abacate, até abacaxi. Também ficam ótimos com frutas secas como ameixa-preta (sem caroço), damascos e uva-passa. 3


    Os segredos que fazem toda diferença

    - Lave bem os grãos antes de começar o processo de "tirar o leite".

    - Todo resíduo poderá ser reaproveitado em sopas, mingaus, assados ou na confecção de pães e tortas.

    - Para obter uma consistência homogênea, os leites vegetais necessitam ser coados de três a quatro vezes em peneira fina ou pano macio. Coe, separe o bagaço e volte a coar sucessivamente. No caso de optar pelo pano, faça um saquinho largo e reserve-o só para esse fim. A vantagem do saquinho é que com ele pode-se "ordenhar" os grãos - o que dá uma sensação especial e gratificante.

    - Os leites vegetais não toleram temperaturas elevadas. Conserve-os sempre em geladeira e se precisar aquecer, não deixe ferver, pois podem talhar. O uso da canela é indicado quando o leite for aquecido.

    Quantidade de cálcio em 100g de :

    Amêndoas: 237 mg
    Amendoim torrado: 39 mg
    Aveia: 5 mg
    Castanha de caju: 33 mg
    Castanha do pará: 146 mg
    Chia: 672 mg
    Gergelim: 825 mg
    Girassol: 116 mg
    Leite de coco industrializado: 6 mg
    Linhaça: 211 mg
    Noz: 105 mg
    Quinua: 112 mg
    Semente de Abóbora:
    Soja farinha: 206 mg
    Soja natural: 17 mg

                        
      

    Fontes:
    Mundo Verde
    Cantinho Vegetariano
Veja também:

http://www.guiavegano.com/receitas/leitevegetal/index.html


http://vista-se.com.br/redesocial/leite-de-aveia-um-coringa-na-cozinha/