30 de mai de 2013

VEGAMET ( VEGETARIANOS E VEGANOS-AMOR E ÉTICA) : 2 ANINHOS DE EXISTÊNCIA


Hoje, com um pouquinho mais de 20.000 'likes' na página do Facebook, e 60.000 acessos no blog, o Vegamet completa 2 aninhos !

Cada dia somos mais!
Cada pessoa que desperta para a importância dos direitos dos animais não-humanos, para a compaixão, para o respeito com todos os seres, é uma peça fundamental na construção de um mundo mais justo, mais pacífico...um mundo melhor, onde todos nós, humanos e não-humanos, desejamos viver.

Pelos Animais. Pela Humanidade. Pelo Planeta.
Espalhe essa semente de paz!

"Um dia, o absurdo da crença, quase universal, por parte dos humanos na escravatura de outros animais será palpável. Somente aí teremos descoberto as nossas almas e nos tornados dignos de partilhar este planeta com eles."
(Martin Luther King Jr.)

20 de mai de 2013

LIVRO "CULINÁRIA VEGETARIANA BRASILEIRA"


Autora: Syamala-Devi Dasi


A culinária brasileira reflete a cultura multidiversificada deste vibrante país tropical. A passagem e a presença dos imigrantes faz da cozinha brasileira um banquete cultural. Há muitos povos na cozinha chamada Brasil.

O que esse lindo e imenso lugar tem de descontraído, apimentado, frugal, divertido, reflete sua culinária com ar cosmopolita. Nela estão registradas as impressões, a criatividade e os sentimentos de europeus, indígenas e africanos, aliadas às técnicas e ingredientes trazidos de todos os recantos do mundo.

Este livro contém 100 receitas brasileiras em releituras vegetarianas. São receitas de regiões do norte ao sul do Brasil - simples e práticas. Uma coletânea que busca valorizar a cultura brasileira, a diversidade e as maravilhas naturais.

Páginas: 96
Editora: Sandra Lage




19 de mai de 2013

WE ARE ALL 269 - BY JULIE MCHENRY


"We are all 269” ( Somos todos 269 ) - By Julie McHenry

"Quando matamos eles, matamos nós mesmos.
Quando negamos-lhes justiça, negamos a nós mesmos o direito à justiça.
Quando consumimos a morte, nós pagamos pelo assassinato.
Quando apoiamos a injustiça não podemos exigir paz. "
- Julie McHenry


"When we kill them, we kill ourselves.
When we deny them justice, we deny ourselves any right to justice.
When we consume death, we pay for murder.
When we support injustice we cannot demand peace. "

- Julie McHenry





18 de mai de 2013

LEITE DE AMÊNDOAS


Amêndoas são ricas em proteínas e cálcio.
Contém vitamina E, cálcio, ferro e antioxidantes, flavonoides quercetina e campferol (previnem o crescimento de células cancerígenas e a oxidação do LDL), e magnésio.

O leite de amêndoas é rico em ferro e nutrientes que auxiliam na redução das taxas do colesterol ruim e na elevação do bom. Mas não é só isso !
- Graças ao zinco, esta bebida é um poderoso estimulante do sistema imunológico;
- A amêndoa é rica em ácidos graxos ômega-3 e 6 que auxiliam na proteção do coração, limpando as artérias do mau colesterol;
- Melhora a digestão por ser isenta de proteínas que não conseguimos digerir corretamente, como é o caso do leite de vaca;
- Ótima opção para manter a pele, unha e cabelos saudáveis devido a boa qualidade da proteína das amêndoas;
- Sabor leve e suavemente adocicado;
- O leite de amêndoas ajuda a equilibrar o ph do sangue;
- Pode ser usado em qualquer receita;
- Possui uma boa quantidade de cálcio;



Ingredientes :

 -   1 xíc (150 ml) ou 100 g de amêndoas

 -  1 litro de água filtrada


Instruções de preparo :

Coloque as amêndoas de molho por 8-12 horas.

Descarte essa água e remova a pele.

Aqueça a água da receita com as amêndoas dentro.

Teste com o dedo para não passar de 42°C.

Coloque as amêndoas no liquidificador com um pouco da água.

Bata até formar uma pasta.

Acrescente o resto da água e bata por mais 3-4 minutos.

Coe várias vezes com um coador de voal ou filó.

Esse leite da para usar no café.

Use o farelo que sobra no coador para preparar outra receitas tanto salgadas (com um fio de azeite de oliva, sal marinho, mix de ervas frescas) como doces (com óleo de coco, canela, açúcar demerara).



Fonte: Menu Vegano
Saiba mais sobre os leites vegetais e seus benefícios :    http://migre.me/eBZFsSaiba mais sobre a crueldade na indústria de laticínios e os malefícios do leite :   http://migre.me/eBZQy




"NUTELLA" CASEIRA ( VEGANA )


Ingredientes :

1 xícara de avelãs torradas e sem pele
115 g de chocolate amargo (sem leite) derretido*
2 colheres de cacau em pó
1/2 xícara de açúcar ( demerara, orgânico, mascavo... )
1/2 colherinha de extrato de baunilha
Umas gotas de óleo vegetal (opcional)

Preparo :

Torre as avelãs no forno e deixe-as esfriar para depois tirar a pele. Não é preciso retirar toda a pele, mas sim um pouco. Coloque as avelãs num processador de alimentos até que fiquem como um creme. Depois adicione o chocolate derretido, o cacau, o açúcar e a baunilha, sem deixar de processar os alimentos. Se ainda não chegou à consistência desejada, como a da Nutella comprada, adicione poucas gotinhas de óleo vegetal e processe até que chegue à consistência. Em seguida, coloque num pote de vidro e depois na geladeira.

Dica - É importante não colocar muito óleo, porque a nutella caseira pode ficar muito oleosa, perdendo seu delicioso sabor.

*Certifique-se de adquirir um chocolate que não tenha nada de origem animal e que não pertença à marcas que testam em animais.




Fonte: Ativeg Ativismo

13 de mai de 2013

AÇÃO "ENJAULA" PESSOAS NO ELEVADOR PARA CONSCIENTIZAR SOBRE TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES NO BRASIL


Você gostaria de ser enjaulado? Uma ação chocante da OpusMúltipla  foi criada para ajudar a Mater Natura na conscientização da população sobre o tráfico de animais silvestres no Brasil e a importância de denunciar esse crime.

Para impactar o público, foram colados em um elevador do Edifício New Concept, em Curitiba-PR, a 360º, imagens bens reais de pessoas olhando de muito perto para o interior de uma jaula. A ideia é que, no centro dessa jaula, está você.
Na porta do elevador deixaram a seguinte mensagem: “Nenhum animal gosta de se sentir assim. Denuncie o tráfico de animais”.

 
A execução é tão boa que as pessoas ficam assustadas só de entrar! Quando isso ocorre, sabemos que a ação está sendo impactante e de certa forma, efetiva.
Deem uma olhada no vídeo para ver as reações das pessoas:





Fonte

COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REALIZA A PRIMEIRA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE VEGETARIANISMO NO ESTADO DE PERNANBUCO



 Solicitada pelo deputado Daniel Coelho, a Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa realizou, na manhã da última quarta-feira ( 8 ), a primeira audiência pública sobre vegetarianismo no Estado de Pernambuco. Segundo Daniel, o evento é um marco pelo seu pioneirismo. "É a primeira vez que este tema é discutido em Pernambuco. Existe uma população crescentes de adeptos dessa filosofia de vida que estão preocupadas com aspectos éticos, de saúde e ambientais. E o debate também ajuda a reduzir o preconceito que ainda existe com a causa vegetariana", afirmou o parlamentar.

A audiência contou com a participação dos deputados José Humberto Cavalcanti, presidente da Comissão de Meio Ambiente, Sebastião Rufino, além de Daniel Coelho. Também participaram o gestor em educação ambiental Cristiano Carrilho, representando a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Rafaela Fernandes, representando o Conselho Regional de Nutricionistas, Bárbara Bastos, da Sociedade Vegetariana Brasileira, e a ativista Camila Vieira.

Para a representante da Sociedade Brasileira de Vegetarianismo, Bárbara Bastos, o tema merece atenção por todos os benefícios que traz à sociedade. Ela defendeu que a alimentação vegetariana seja mais difundida entre restaurantes, hospitais e também seja tema de políticas públicas voltadas para a saúde.

Entre os vários pontos discutidos pelos participantes, a questão ambiental foi um dos que recebeu maior ênfase.
"A indústria alimentícia utiliza uma quantidade excessiva de recursos naturais. Se formos ver como a indústria trata a questão ambiental, é um discurso voltado para a redução de impactos. Só que, como sociedade, não deveríamos considerar isto satisfatório.
Se todas as pessoas do mundo consumissem produtos de origem animal, precisaríamos de muitos planetas Terra para se ter espaço suficiente para toda a produção", destacou Bárbara Bastos.

A questão ética também foi muito enfatizada, especialmente por conta da forma com que os animais são tratados até irem para o abate – ou para produzirem alimentos, como os ovos, no caso das galinhas.
"A declaração dos direitos humanos deu base para que o racismo se tornasse crime hoje, onde existe uma relação de opressão tendo como base a cor. Assim como a mulher, que seria inferior só porque é mulher. E aí temos o machismo.
Então pergunto: a espécie de um animal deve ser sua sentença de morte?
Se sim, estamos praticando o especismo, que é mudar o conteúdo dessa base opressiva.
O especismo é quando um homem vai dizer que os animais de outras espécies são inferiores, merecem morrer e servir de alimentos, apenas porque são de outras espécies", ponderou Camila Vieira.

A audiência pública também possibilitou que surgissem propostas para projetos de lei. "Fica aqui a sugestão para um projeto de lei para que os restaurantes tenham uma informação clara e precisa dos ingredientes que são preparados os alimentos para a população, afim de deixar claros se eles são ou não vegetarianos", sugeriu Cristiano Carrilho.

 “Toda mudança cultural é muito difícil, mas a sociedade precisa reconhecer a importância do vegetarianismo e reduzir o preconceito em relação ao tema”, disse Coelho.


10 de mai de 2013

PROJETO FOTOGRÁFICO COMOVENTE RETRATA O OLHAR DE ANIMAIS EM CATIVEIRO


O trabalho do espanhol Oscar Ciutat é comovente e serve pra nos lembrar que a vida dos animais deve ser passada em liberdade, respeitando o seu habitat natural.
“Caged” foca no olhar de diversos animais em cativeiro, onde pode-se sentir o vazio e a tristeza de estar preso.

A série foi captada no zoológico de Barcelona (onde Ciutat teve a ideia, depois de estar fotografando os animais como todo o mundo faz num zoo) e é um alerta para as alterações comportamentais que os animais sofrem nestes locais, por estarem fora do seu habitat.

“Caged” inclui burros, hipopótamos, elefantes, rinocerontes, ovelhas, zebras e outros animais bem diferentes entre si, mas em igual condição. E, neles como nos humanos, o olhar não deixa mentir.


 





Fonte:  Hypeness



TOFU EMPANADO


Deliciosa sugestão de tofu empanado.


 INGREDIENTES:

- 1 pacote de tofu extra firme
- sal e pimenta a gosto
- oleo de Gergelim
- Shoyo ou Tamari
- farinha de trigo
- farinha de rosca (eu usei Panko, farinha japonesa)
- oleo para fritar

PREPARO:

Escorra bem o tofu e seque com papel toalha. Corte em fatias tipo quadradinhos. Coloque em uma travessa, tempere com sal e pimenta, regue com o oleo de Gergelim e o molho Shoyo ou Tamari.
Deixe o tofu no tempero por uns 15 minutos enquanto prepara o restante dos ingredientes.

Coloque a farinha de trigo em um prato fundo, tempere com uma pitadinha de sal e pimenta. Faca o mesmo com a farinha de rosca em outro prato fundo.

Pegue as fatias de tofu, coloque na farinha de trigo primeiro apertando bem para a farinha grudar. Depois faca o mesmo com a farinha de rosca, pressionando com cuidado para a farinha aderir bem ao tofu.

Disponha os quadrados ja empanados em um prato. Aqueca o oleo e frite ate dourar dos dois lados.
Retire da frigideira e coloque em papel toalha para absorver o excesso de oleo. Esta pronto! E so servir acompanhado de salada, arroz ou o que preferir. Fica muito gostoso mesmo!


Fonte:  Blog Veganana

Veganana no Facebook


8 de mai de 2013

HAMBURGER DE GRÃOS COM PATÊ DE ALHO-PORÓ ( VEGANO )


Que tal comer um hambúrguer que, além de nutritivo, ajuda você a manter o corpo em boa forma e não envolve sofrimento de animais?

A eco chef Marta Tatini mostra como é possível realizar essa proeza. Na receita desta semana, ela utiliza grãos para criar a massa de um hambúrguer saboroso e cheio de proteína. "E ainda ajuda a emagrecer", garante.

Entre os ingredientes está o feijão-branco, que contém a faseolamina, uma proteína que ajuda a inibir o processo de digestão do carboidrato e retarda a absorção de açúcares no sangue.

O grão-de-bico, também presente na receita, tem mais outras vantagens. Repleto de fibras, zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio, pode aumentar a massa muscular, reduzir o nível de colesterol e regular o intestino, se for consumido diariamente.

"Mas o que faz dele um alimento ainda melhor é o triptofano, o mesmo aminoácido presente no chocolate, que eleva a produção de serotonina e deixa as pessoas felizes", diz Marta.

 Hambúrguer de grãos com patê de alho-poró
(sem glúten, sem lactose e sem ovos)

Ingredientes :

½ xícara de grão-de-bico
½ xícara de feijão branco
½ xícara de azuki
1 copo de farinha de mandioca torrada ou farinha de arroz integral
1 colher de tahine
1 cebola
1 colher de zattar
Sal e ervas aromáticas a gosto

Modo de preparo:

Deixe os grãos de molho pelo menos 12 horas. Jogue a água fora e cozinhe-os todos juntos. Quando estiverem bem macios, tempere com todos os ingredientes e bata tudo num processador até obter uma pasta. Coloque essa massa em forminhas de hambúrguer e leve ao forno aquecido a 180ºC até formar uma crosta por fora. Sirva com vegetais orgânicos e um pão de biomassa.

Rendimento: 10 hambúrgueres

Martha Tatini é eco chef de Gastronomia Orgânica e professora e mestre em Educação Alimentar e Ambiental, especializada em gastronomia natural, ayurvédica e orgânica. Realiza buffets orgânicos, consultoria e entrega de refeições orgânicas gourmet.

e-mail: marthatatini@uol.com.br
Telefone: 0/xx/11/95385-5292
Acesse o site www.taiobagastronomia.com


Fonte: Uol

7 de mai de 2013

SUSHI DE QUINOA E BIOMASSA DE CASCA DE BANANA VERDE


A eco chef Marta Tatini ensina como usar a biomassa de banana verde para criar essa receita leve, que não usa nenhum tipo de peixe e ainda é sem glúten e sem lactose.

Além de todos os benefícios da biomassa, que é rica em minerais e ajuda na absorção lenta da glicose, o que previne o estímulo desnecessário de insulina pelo corpo e, consequentemente, o surgimento da diabetes, a receita ganha ponto com o recheio feito da casca da fruta.

"É na casca que as vitaminas estão concentradas em maior quantidade", diz Marta.

O destaque também vai para a quinoa, grão originário da Bolívia que tem alto poder nutritivo.

"Possui proteína de alta qualidade, comparado ao leite materno, e ainda baixo teor de colesterol, além de grandes quantidades de vitaminas e minerais", explica a eco chef.

Por conter também fibras, a quinoa colabora com o bom trabalho intestinal, ajuda no controle dos níveis de colesterol e glicemia no sangue, entre outras funções importantes para o organismo.

Ingredientes:

Alga nori para sushi
100g de arroz integral orgânico pronto
100g de quinoa mix em grãos prontos
50g de biomassa pronta
50g de casca louca de banana verde pronta
Sal marinho ou gersal (sal com gergelim) a gosto
Ervas aromáticas (cebolinha, manjericão, alecrim ou orégano) a gosto

Modo de preparo da casca louca de banana verde e da biomassa:

Coloque as bananas verdes inteiras e lavadas em uma panela de pressão com a água já fervendo.
Cozinhe por de 10 a 15 minutos, até ficar cozida, mas firme.
Retire com cuidado e, ainda quentes, separe a polpa (biomassa) da casca.
Com as cascas ainda quentes, em uma tábua, faça tiras com um garfo para desfiá-las.
Desfie todas e separe.
Em uma panela, coloque o azeite, as cebolas, o alho-poró e os pimentões. Doure bem. Acrescente as cascas de banana verde e refogue com a cenoura ralada, colocando as ervas aromáticas, o shoyo e o óleo de gergelim torrado.
Refogue bem, acerte o sal e guarde como conserva em um vidro.
Em geral, o sabor é melhor após dois dias.

Para a biomassa, coloque a polpa da banana verde ainda quente em um processador. Caso precise, jogue água fervida. Bata até formar uma massa. Coloque em recipientes para congelar.

Modo de preparo do sushi:

Preparar o arroz integral mais cozido (para cada xícara de arroz, três de água). Reserve. Prepare a quinoa em grãos, refogando-a com alho e temperando. Coloque o dobro de água e deixe secar. Quando ficar pronto, misture o arroz, a quinoa e a biomassa e faça uma massa pegajosa. Com a ajuda de uma esteira de enrolar sushi, coloque a alga com o brilho para baixo, e a mistura de quinoa até a metade da alga. Em cima dessa quinoa, coloque uma camada de casca louca de banana verde e enrole como sushi. Aperte bem e corte em seis a oito fatias. Sirva frio.

Rendimento: 2 porções
Valor nutricional: vitaminas B1, B2, B3, C, E, magnésio, potássio, ferro, zinco e manganês

Dicas
A casca louca pode ser usada para rechear canapés, lanches ou outras receitas.
A biomassa também serve para bolos, pães, massas e sopas.

Martha Tatini é eco chef de Gastronomia Orgânica e professora e mestre em Educação Alimentar e Ambiental, especializada em gastronomia natural, ayurvédica e orgânica. Realiza buffets orgânicos, consultoria e entrega de refeições orgânicas gourmet.

e-mail: marthatatini@uol.com.br
Telefone: 0/xx/11/95385-5292
Acesse o site www.taiobagastronomia.com


Fonte: UOL