28 de jun de 2012

Um dos nossos ancestrais mais antigos era vegetariano e comia árvores

Cientistas descobrem que a dieta do Australopithecus sediba era semelhante à dos chimpanzés.

De acordo com uma notícia publicada pela Universidade de Colorado em Boulder, um grupo de pesquisadores descobriu que o Australopithecus sediba, um ancestral distante dos humanos, se alimentava de arbustos, frutas, madeira e cascas de algumas árvores.
Para determinar a dieta do espécime, os pesquisadores aplicaram laser à arcada dentária fossilizada, extraindo partículas de carbono a partir do esmalte dos dentes. Essa técnica permitiu que os cientistas descobrissem quais eram os tipos de plantas consumidas pelos Australopithecus sediba e como eram os ambientes nos quais viviam.
A descoberta também indica que a dieta dessas criaturas pode ter sido muito semelhante à dos atuais chimpanzés que habitam as savanas da África. O Australopithecus sediba, que viveu no sul da África há 2 milhões de anos, é descrito como sendo uma criatura desengonçada, de braços longos e postura ereta.

Além disso, a criatura também apresentava características observadas tanto nos hominídeos mais primitivos como nos mais modernos, tais como a presença de tornozelo, dedos mais curtos, cérebro relativamente complexo e dedões compridos, que permitiam ao Australopithecus sediba melhor precisão para agarrar ou segurar alguma coisa.

Fonte : Tecmundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário