21 de nov de 2011

Saiba o destino que a indústria de ovos dá às galinhas que não produzem mais

Saiba o destino que a indústria de ovos dá às galinhas que não produzem mais 

 Graças a um corajoso delator, a PETA descobriu que a companhia de ovos TWJ Farms de Nebraska planeja triturar 70.000 galinhas vivas. E pior, essa prática barbárica é considerada procedimento padrão nas fábricas da companhia. A testemunha disse à PETA que nos últimos anos a TWJ tem feito isso com centenas de milhares de galinhas cujos corpos exaustos pararam de produzir quantidades satisfatórias de ovo. A testemunha também disse que muitas não morreram imediatamente e saíram do triturador sem uma parte das asas, das pernas, e foram largadas agonizando por horas antes de finalmente morrer, algumas, um dia inteiro depois.

A PETA enviou uma carta urgente para a administração da companhia exigindo um fim a essa matança horrível. Você pode fazer o mesmo, o endereço é twj@huntel.net . Por favor, mantenha seu email educado – qualquer baixaria pode piorar a situação.
A PETA também chamou a polícia local para intervir, mostrando que triturar animais vivos é crueldade até nos padrões de criação e viola o Ato de Bem-Estar Animal de Nebraska. Também pediram aos oficiais que investigassem – se tivessem o mandato – e preenchessem processos contra todas as partes envolvidas.
É claro que essa crueldade combina com uma empresa que amontoa galinhas em gaiolas de ferro em que elas mal podem se mover. Mas quando uma indústria que é cruel suficiente para cortar bicos de animais sensíveis não aprova certo método de matança – nesse caso, jogar animais vivos em lâminas como se fossem frutas num liquidificador – então você sabe que o método é particularmente cruel.

Enquanto o caso corre, você pode ajudar milhões de galinhas que vivem e morrem miseravelmente cortando o ovo da dieta e se tornando vegano (a).




Fonte : ANDA

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário